Ribeirão Preto / SP - quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O que a Mulher deve saber sobre a Histerectomia

Quando se diz que uma mulher precisa fazer uma histerectomia – uma intervenção cirúrgica para extrair o útero, não é freqüentemente bem compreendida.

Por que motivo as mulheres precisam de fazer a operação?

Uns anos antes da menopausa (quando os períodos menstruais terminam) algumas mulheres começam a ter sangramento muito abundante da vagina, freqüentemente imprevisível; sangramento esse que pode ser causado por alterações hormonais ou por fibromas (tumores benignos no útero). Embora os fibromas não causem distúrbios na maioria dos casos podem, por vezes, dar origem a sangramento muito abundante, assim como outras complicações. 

A histerectomia implica na extração dos ovários?

Nem sempre. Os ovários só precisam ser tirados quando têm uma doença, ou se a mulher já tiver entrado na menopausa, evitando neste caso risco futuro de câncer nos ovários. No caso de mulheres que ainda não tenham chegado à menopausa, a extração dos ovários causa uma menopausa brusca e prematura. Mulheres mais jovens a quem foram extraídos os ovários antes da menopausa devem conversar com o seu médico sobre a terapia para a substituição de hormônios. 

A histerectomia é o único tratamento possível?

Embora seja essencial fazer uma histerectomia para certas formas de câncer, é normalmente a última alternativa para distúrbios como sangramento abundante e fibromas. Existem outras opções que devem ser conversadas com o médico assistente, incluindo a extração dos fibromas, e reduzir ou diminuir o sangramento com tratamentos hormonais ou tratamentos para a remoção de revestimento do útero. 

Como é feita a histerectomia?

Existem técnicas diferentes, tendo cada uma vantagens e desvantagens. O seu médico pode conversar consigo sobre cada uma dessas técnicas.- Histerectomia abdominal – extração do útero através de uma incisão horizontal logo acima da região púbica. Esta intervenção cirúrgica é sempre feita através do abdômen, podendo implicar a extração do útero e do colo uterino. Numa operação menos comum, denominada histerectomia subtotal, o colo uterino é deixado intacto.- Histerectomia Vaginal – extração do útero pela vagina, a qual não deixa cicatrizes visíveis.- Histerectomia por Vídeo Laparoscopia -  extração do útero por pequenas incisões feitas no abdômen. 

Quais são os efeitos da histerectomia?

Quando o útero é extraído os períodos menstruais param e é impossível engravidar. Não é verdade que as histerectomias fazem uma mulher engordar ou mudam a sua personalidade. No entanto, algumas mulheres, principalmente as mulheres mais jovens, podem sentir-se angustiadas porque perdem a capacidade de ter filhos. 

Quanto tempo demora a recuperar?

Uma histerectomia abdominal implica por volta de 3 dias de hospitalização e aproximadamente de seis a oito semanas para a recuperação total. No caso de cirurgia vaginal ou laparoscópica a estadia é de mais ou menos 2 dias e quatro semanas para recuperação completa. 

Quando se pode começar a ter novamente relações sexuais?

Aproximadamente 6 a 8 semanas após a operação. A sexualidade da mulher e a sua capacidade de ter orgasmos não são afetadas pelo fato de se ter submetido a uma histerectomia. As mulheres que tinham sangramento abundante ou desconforto durante as relações sexuais antes da intervenção cirúrgica podem começar a sentir mais prazer nas relações sexuais. 

E quanto aos testes de Papanicolau depois de uma histerectomia?

As mulheres cujo colo uterino esteja intacto devem continuar a fazer o teste como recomendado pelo médico.